“Brevet da Mantiqueira”, o BRM 1000 km do Randonneurs Mogi das Cruzes

whatsapp-image-2017-03-02-at-21-08-53

Sim. É verdade. Teremos nosso primeiro BRM 1000 km!!

Convidamos todos os nossos amigos randonèes aficionados! As inscrições estão abertas, e estão limitadas a apenas 15 (isso mesmo: quinze) participantes. E a rota é incrível!

Mas a verdade é que não foi fácil montar essa rota. Pensamos muito sobre onde fazer uma prova com distância tão desafiadora e que respeitasse as principais características e valores de todos os nossos BRMs: passar por cidades em que os órgãos públicos sempre ignoraram o conceito de terraplanagem, subidas desafiadoras, visual incrível e espaço apenas para a autossuficiência!

Depois de testar desenhos e caminhos – e de muito pedal – voltamos para a nossa região de conforto – e concluímos que nada poderia ser melhor do que um grande giro pelo Vale do Paraíba (SP), Terras Altas da Mantiqueira (MG e RJ), Serra da Bocaina (RJ e SP), e Estrada Real (SP) para criar o nosso primeiro BRM 1000 – um gigantesco giro dos 3 estados, o nosso primeiro, gigante e já lendário “Brevet da Mantiqueira”!

Será um Brevet que ficará para a história!

A largada será no Kafé Hotel em Guaratinguetá, atual ponto de início do conhecido SRP 600.

A rota passará por todo o Vale do Paraíba, seguindo boa parte do roteiro original da Rio-São Paulo (e que, por sua vez, é uma das rotas originais da Estrada Real). Passará logo no início em frente ao Santuário de Nossa Senhora de Aparecida, e cruzará as cidades de Roseira, Pindamonhangaba, contornando Taubaté por Tremembé. Depois seguirá pela Rod. Floriano Rodrigues Pinheiro, Rod. Carvalho Pinto e Rod. D. Pedro I até Bom Jesus dos Perdões.

Saindo da pista dupla para estradas interioranas em Bom Jesus dos Perdões, o ciclista seguirá por estradas que já são bem conhecidas dos nossos amigos randonneurs do RMC, seguindo por Piracaia, Joanópolis e Extrema (para matar saudade de um trecho do BRM 400 de Guararema), entrando no Sul de Minas pela Rod. Fernão Dias. O ciclista cruzará o Caminho da Fé em Estiva e seguirá até a cidade de Pouso Alegre.

Pelas rodovias do Sul de Minas, que margeiam a Serra da Mantiqueira, a rota seguirá por Santa Rita do Sapucaí até Piranguinho. De lá para São Lourenço, cruzando trechos da Estrada Real (e matando saudades do agora mítico BRM 600 de Cruzeiro). Passará por Caxambu, Bom Jardim de Minas e descerá até Santa Rita do Jacutinga para entrar no Estado do Rio de Janeiro. Primeira parada em Conservatória, depois Vassouras, Sacra Família do Tinguá, Eng. Paulo de Frontin, Piraí e Passa Três.

De Passa Três e Getulândia, a rota seguirá praticamente toda a extensão da Rod. dos Tropeiros, entrando no estado de São Paulo novamente por Bananal, passando por Arapeí, São José do Barreiro, Areias, Silveiras e Cruzeiro. De lá, a última perna passa por Cachoeira Paulista, Canas e Lorena – para enfim retornar para Guaratinguetá.

Preparem-se, pois terão mais de 14 mil metros de pirambas (altimetria acumulada)!

Nas próximas semanas publicaremos informações mais detalhadas sobre a rota e pontos de controle.

This entry was posted in Audax, brevet 1000km, Guaratinguetá, inscrições, Randonnè, Sul de Minas. Bookmark the permalink.

8 Responses to “Brevet da Mantiqueira”, o BRM 1000 km do Randonneurs Mogi das Cruzes

  1. Moisés Marcus Retka says:

    Deus salve as canelas.

  2. Nelore says:

    Aos Randonneurs Mogi, Como funcionará o esquema dos drop bags?

  3. Nelore says:

    vai ser tipo “mochilão nas costas” srsrsr

  4. Emerson Chan says:

    Característica principal do RMC. Auto-suficiencia pura.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s