Briefing virtual: 300km Mogi das Cruzes

Para quem ainda não viu a rota do BRM 300 de Mogi, aí vai ela:

BRM 300km Mogi das Cruzes

Rota do BRM 300km de Mogi das Cruzes

Percurso: https://ridewithgps.com/routes/12274627

GPX: https://goo.gl/Blfj0a

Carta de Rota: BRM300km

Como perceberam, este percurso é totalmente diferente do percurso do ano passado. Abaixo faremos uma pequena descrição do roteiro.

Descrição do Percurso: 
Mogi – Salesópolis: os 5 primeiros quilômetros não possuem acostamento. Acostamento somente depois do córrego Cocuera, na altura da Estrada do Nagao. Deve-se ter cuidado se você estiver com pneus finos pois a região integra o Cinturão Verde e há uma certa movimentação de máquinas agrícolas na pista, podendo sujar o acostamento com terra, areia e pedras. Assim, muita atenção para não levar chão!
O PC será na padaria logo na chegada de Salesópolis. Passando o Portal de Salesópolis, é uma padaria em frente à rotatória de acesso à Jacareí. Ela estará rigorosamente aberta até às 2:00, pois o pessoal tem que dormir também, né?

IMG_20160214_180657437_HDR

PC-Salesópolis

Salesópolis – Bairro Alto: Trecho mais do que conhecido pelo pessoal de Mogi, trata-se da Estrada de Pitas. Estrada sem acostamento, porém com movimento zero. Eu acredito que os ciclistas terão que correr de alguns cachorros nas proximidades do Bairro do Cedro e do Lajeado. Chegando na Rodovia dos Tamoios, sigam em direção à Caraguatatuba. Após a primeira ponte há um trecho com obras de dudplicação da rodovia. Muito cuidado nesta hora. O PC, que se encontra no Restaurante Neblina encontra-se do outro lado da rodovia. Muito cuidado ao atravessá-la.

Aviso aos desavisados: se começar a descer muito na Tamoios ou sentir cheiro de mar, voltem! O PC é no planalto paulista.

This slideshow requires JavaScript.

Bairro Alto – Jambeiro: Saindo do Restaurante das Neblinas, pegue a Tamoios sentido São José dos Campos. Cuidado no trecho em obras e, assim que passar a entrada para Salesópolis, cuidado com pedras que por ventura estejam no acostamento. Como a estrada é recém reformada, em alguns pontos rolaram algumas pedras dos morros que foram cortados no processo de duplicação. Outro ponto interessante de salientar é que estão reformando as passarelas e, devido à isso, podem encontrar com trechos sem acostamento. No dia do levantamento do 300 realizado pelo mano Aurélio e posteriormente pelo Wanderson e Rafael só existia um ponto com passarela em manutenção, porém este processo pode ser mais  dinâmico.

Após passarem pela bela Paraibuna, continuem por mais alguns quilômetros até acessarem a entrada de Jambeiro. Da Tamoios até Jambeiro são 9km bem ardidos. Há uma pequena serra para chegar em Jambeiro. A estrada está perfeita, sem acostamento em muitos trechos porém o movimento será baixo de madrugada. O ponto de controle será na Padaria São José, no centro de Jambeiro, que só abrirá às 6:00.

2016-02-14 20.16.26

PC-Jambeiro

Jambeiro-Igaratá: saindo de Jambeiro, sigam em direção à Caçapava pela Estrada velha Jambeiro-Caçapava. Apreciem a subida e tomem cuidado em uma ponte que está em reforma no meio da descida para Piedade. Após Piedade, acesse a Rodovia

2016-02-14 20.34.16

Ponte em manutenção antes de Caçapava Velha

Carvalho Pinto no sentido da capital. O acostamento da Carvalho Pinto é um pouco rugoso em algumas partes, porém dá para ir tranquilamente. Está com alguns pontos com sujeira, cacos de vidro e etc. Muita atenção nestes pontos. Como a distância entre Jambeiro e Igaratá é um pouco grande, podem considerar parar no Frango Assado de São José para abastecer, comer  alguma coisa e prosseguir viagem. Passem os três túneis e peguem a D. Pedro em direção à Campinas. Com mais 22km vocês estarão no trevo de Igaratá, prossigam, peguem a marginal e atravessem para o outro lado da D. Pedro, parando no Posto e Restaurante Chaparral.

chaparral

PC-Igaratá

Igaratá – Arujá: Trecho novo nos BRMs mogianos. Saindo do Bar do Corote, sigam pela SP-056, que liga as cidades de Igaratá à Santa Isabel. A estrada está um brinco, só peço cuidado nas curvas pois estão cheio de sujeira e que podem derrubar alguém. Nos trechos de ponte não há acostamento, então, sempre prestem atenção para se certificar de que não há nenhum carro por perto.

IMG_20160206_154338253

Chegando nas imediações da estrada do Ouro Fino, sigam por ela. A estrada do Ouro Fino é uma estrada vicinal, de movimento razoável. Prestem atenção na paisagem, sem tirar os olhos das inúmeras lombadas que aparecem em em cada fundo de vale. Quando fiz o levantamento do 200, quase levei um tombo no meio desta estrada por conta de uma lombada. Esta estrada termina em uma rotatória, siga em direção à Arujá por uns 200m. O ponto de controle de Arujá é antes de chegar à cidade, no posto Ville.

2016-02-14 22.14.52

Arujá – Santa Isabel: Saindo do Posto Ville, sigam na SP-056 em direção à Santa Isabel. Não tem muito o que dizer deste trecho… Só que, como diz o mano Cabeção, só tem descida no rolê. Coloquei um PC em Santa isabel, mesmo estando somente 15km do de Arujá, somente para que não sintam vontade de ir para Mogi diretamente pela Mogi-Dutra. O PC de Santa Isabel é uma foto do portal da cidade, localizado a um quilômetro da mesma. Se não possuírem smartphone, podem comprar alguma coisa na cidade mesmo que isso já comprova a passagem pela localidade.

PC-Santa Isabel

Santa Isabel – Mogi: Após o portal de Santa Isabel, vocês entrarão na cidade. Como passarão em um final de domingo, eu espero que a cidade esteja movimentada. Assim, TODO CUIDADO É POUCO!

Sigam em direção à Dutra. Tomem cuidado com o acostamento assim que passarem pelo segundo portal de Santa Isabel. Há alguns trechos bem curtos que o acostamento está bom, mas sorrateiramente ele se torna um mix de terra e buracos. O meu conselho é que, na subida prossigam o mais perto possível da faixa, e na descida para chegar na Dutra, andem na pista. Na descida até tem acostamento, porém a alguns metros da Dutra ele some e isso pode causar acidentes. Cruzando a Dutra vocês chegarão em uma estradinha vicinal conhecida como Estrada do Bem-te-vi. Prossigam por ela até chegarem na Mogi-Dutra.

Chegando na Mogi-Dutra, sigam em direção à Mogi das Cruzes. Cuidados nos pontos de acesso à Rod. Ayrton Senna. Este último trecho é um trecho de serra onde vocês atravessarão a famosa Serra do Itapety. Talvez eu fale alguma abobrinha aqui, mas acho que este é o ponto mais alto do percurso. Após atravessar a serra, entrem na rotatória do Homem de Lata e sigam em direção à Estação Estudantes. A chegada será em frente à Universidade de Mogi das Cruzes.

 

Algumas recomendações:

  • Bicicleta revisada e em perfeitas condições;
  • Bomba de ar, câmeras, ferramentas básicas;
  • Lanterna pois não sabemos o que pode acontecer durante o dia. Vai que o dia vira noite (principalmente no retorno do Cedro. A região é frequentemente acometida por neblinas intensas);
  • Pisca traseiro afixado na bicicleta. De preferência com pilhas;
  • Colete! Não esqueçam do colete. Se não tiver, procurem em lojas de equipamento de proteção individual ou colem fitas 3M (daquelas usadas por caminhões) na roupa;
  • Preciso falar do capacete?
  • Cheguem no horário. Início da vistoria às 22:15 e saída às 23:00 (espero) sem atraso;
  • Se preparem psicologicamente para o pedal. Não temos carro de apoio, resgate  e nem nada. Cada ciclista estará em uma jornada individual e, sendo assim, será responsável pela própria segurança e pela segurança do outro.
  • se hidratem e mantenham-se alimentados. Não pedalem com fome.
  • levem um celular carregado. Qualquer emergência, não hesitem em ligar para os números presentes no passaporte.
  • Aproveitem o trecho entre Mogi das Cruzes e Salesópolis, é um trecho bem plano e é uma boa oportunidade para ganhar tempo.
  • Almoço… Onde almoçar? Estou imaginando que o pessoal terá fome quando chegar em Igaratá. O PC será em um restaurante, podem comer por lá. Se não quiserem, há outras opções bem perto do PC.
  • Antes da estrada do Ouro Fino há um ponto onde vende açaí, água de coco e outras coisas. Acho que pode ser salutar dar uma parada lá.

Programação para o dia 05/03

  • Início da vistoria e assinatura dos termos de compromisso: 22:00;
  • Largada, às 23:00 (espero), em frente à UMC;
  • Chegada no mesmo ponto da largada;
  • Distribuição de certificados conforme os ciclistas forem chegando e os passaportes auditados;

Postos de Controle

PC Abertura Fechamento
Mogi das Cruzes – UMC 23:00 00:00
Panificadora Chico Rita 00:25 01:50
Restaurante Neblinas 2:00 04:50
Padaria São José 3:45* 8:00
Restaurante Chaparral 6:20 13:10
Posto Ville 7:25 15:15
Portal de Santa Isabel 7:50 16:00
Mogi das Cruzes – UMC 9:15 19:00
This entry was posted in brevet 300km, fotos, Igaratá, informações, LEL 2017, Mogi das Cruzes, Paris Brest Paris 2019, Randonnè. Bookmark the permalink.

4 Responses to Briefing virtual: 300km Mogi das Cruzes

  1. Flavio says:

    Boa noite! Somente um ponto para correção: após Jambeiro deve-se seguir até o bairro Piedade, e passando por Piedade pegaremos a Carvalho sentido capital. Caçapava Velha fica mais distante, e é sentido Rio de Janeiro. Importante tomar cuidado com esta informação para não andar alguns km desnecessários.

  2. A nova plataforma da Dotstore não conta apenas com o layout responsivo, mas sim um ambiente mobile preparado, separado e atualizado de forma sincronizada e automática, muito mais rápida e fácil. Segundo o Google nosso ambiente é nota 100.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s